A Sony apresentou a sua mais recente invenção para o mercado de ecrãs planos: um ecrã ultra-fino que pode ser dobrado enquanto transmite imagens coloridas e com boa qualidade de imagem.




De acordo com informações publicadas pela imprensa internacional, o ecrã, de 2,5 polegadas e três milímetros de grossura, é feito de plástico e metal, o que permite dar ao painel uma boa flexibilidade para a dobragem e é baseado na tecnologia de electroluminescência orgânica e nas capacidades TFT, ou transístor de película fina.




A Sony adiantou ainda que o ecrã tem uma definição de 80 ppi e uma resolução de 120x160 pixels com 16,7 milhões de cores.




Na mesma altura que a fabricante japonesa demonstrou o equipamento, a LG-Philips também anunciou um monitor flexível com características semelhantes. O ecrã apresentado pela joint-venture é um pouco maior do que a da Sony - tem quatro polegadas - e foi criada em parceria com a Display Corporation. A sua concepção foi baseada nos sistemas AMOLED (active matrix organic light-emitting diode) e a definição do ecrã é de 320x240 pixels.




Nenhuma das empresas revela por enquanto quais as suas perspectivas para uma possível comercialização dos equipamento.




Notícias Relacionadas:

2007-05-28 - Matsushita e Hitachi selam acordo para a produção de ecrãs plasma

2007-04-11 - Toshiba e Matsushita criam joint-venture para a produção de ecrãs de TV OLED

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.