O preço da PlayStation 3 é alvo de contestação desde que a consola saiu para o mercado. Depois do público, chegou a vez da indústria pressionar a Sony para que a empresa baixe o custo da PS3, caso contrário, as atenções começarão a estar cada vez mais voltadas para a Wii, escreve a Bloomberg.

A pressão parte de produtores de jogos como a Activision Blizzard ou a Electronic Arts, que cada vez mais direccionam as suas produções para a consola da Nintendo, uma estratégia que foram obrigadas a tomar depois de dois anos a registar resultados pouco positivos quer pela falta de procura junto da consola da Sony quer pelo retorno que tinham por cada jogo vendido. Isto porque, no caso da Activision, o retorno das vendas de jogos para Wii é de 32 por cento, enquanto que por cada título vendido para a PS3 recebe apenas 19 por cento.

"Assim que a fabricante reduz o preço de uma consola, os editores de software beneficiam", sublinha o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot.

Peter Dille, vice-presidente da Sony para a área de marketing, referiu que a fabricante não tem nenhum plano imediato para a redução dos preços da consola.

Resta apenas acrescentar que a PS3 está longe de igualar os resultados das consolas concorrentes. Desde que saiu para o mercado, a Wii tem conquistado cada vez mais público, dividindo as preferências com a Xbox 360.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.