A empresa de segurança SpamHaus Project detectou um novo método de difusão de spam que poderá causar sérios problemas aos Internet Service Providers, aumentando os níveis de correio não solicitado e a rapidez de entrega das mensagens.



A empresa britânica garante que esta nova peça de software tem condições para tomar controlo de um PC e usá-lo para enviar spam através do servidor de email do seu ISP.



O trojan, ou cavalo de tróia, representa uma alteração face ao processo usado habitualmente pelos spammmers que ao tomarem conta de um PC zombie utilizavam esse mesmo PC como servidor de correio para fazer o envio de mensagens de spam.



O novo método é mais perigoso já que consegue utilizar o servidor de correio do próprio ISP, reduzindo significativamente a eficácia dos sistemas de bloqueio de spam e das blacklists.



De acordo com as previsões dos especialistas, os efeitos dos ataques levados a cabo antes da identificação pelas empresas de segurança podem manter-se durante os próximos dois meses e elevar o nível de spam dos actuais 75 por cento de todo o correio electrónico em circulação, para os 95 por cento.



Os mesmos especialistas, citados pela C|Net prevêem sérios danos para os ISPs e para as infra-estruturas de email e aconselham medidas preventivas, acreditando que nos Estados Unidos podem já estar a ser sentidos os efeitos desta nova metodologia de ataque.



Notícias Relacionadas:

2004-11-12 - Novo cavalo de tróia regista dados de acesso à banca online

2000-06-09 - Hackers infectam PCs para possíveis ataques

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.