Pouco tempo depois de a Microsoft ter revelado que vai voltar a integrar suporte da linguagem Java da Sun no Windows XP, através de um novo Service Pack para o seu sistema operativo (com lançamento previsto para finais do Verão), a Sun revelou hoje uma iniciativa de software livre, informou a Reuters.



Com vista a ganhar avanço em relação à Microsoft na batalha para o estabelecimento dos padrões da Internet da próxima geração, a empresa fabricante de servidores irá oferecer aos utilizadores de computadores baseados no Windows, Linux e as versões proprietárias do Unix da IBM (o AIX) e da HP (HP-UX) uma versão básica do seu software servidor de aplicações.



Este programa consiste num tipo de software de infra-estrutura que corre aplicações personalizadas necessárias para serviços Web e que trasmite dados entre aplicações. Se a Sun for bem-sucedida, os programadores de software livre irão criar programas para os seus sistemas, em lugar dos da Microsoft.



Tanto a Sun como a Microsoft pretendem massificar a utilização de serviços Web, baseados em software inteligente que antecipa as necessidades do utilizador, como a encomenda automática de componentes para fábricas com pouco stock disponível ou a pesquisa de direcções para um compromisso indicado na agenda de trabalho da pessoa.



A Sun espera que este software livre impulsione as vendas dos seus programas servidores e de outras ferramentas de software, incluindo versões mais avançadas do servidor de aplicações.



Graças à sua plataforma Java, que permite executar programas em cima de quase todos os sistemas operativos, a Sun detém algum avanço no mercado dos serviços Web, dado que os programas escritos para o Windows apenas correm no sistema operativo da Microsoft. A seguir, a Sun promete consolidar a superioridade da linguagem Java no mercado dos serviços Web.



Uma medida que pode ser bastante importante para a concretização desse objectivo é o anúncio efectuado ontem pela Microsoft de que vai voltar a integrar o suporte para software Java no Windows XP, de acordo com a C|NET.



A gigante de software afirmou que iria incluir a sua própria versão do software Java Virtual Machine no Service Pack 1 na primeira actualização do Windows XP, cuja data de lançamento está prevista para o final do Verão. Contudo, a longo prazo, a Microsoft pretende remover completamente a plataforma Java do Windows.



A edição própria da Java Virtual Machine da Microsoft foi escrita em 1997 e baseia-se na versão 1.1.4 da linguagem Java. Porém, a Sun pretende que a empresa de Bill Gates comercialize a versão mais recente que é actualmente a 1.4. A Sun disponibiliza uma opção de download do software a partir de uma página do seu site na Web.



Esta revelação chega um dia antes da exposição dos argumentos finais na audiência para apurar reparações mais duras para a Microsoft que envolve os nove estados norte-americanos que não concordaram com o acordo alcançado pelo Departamento de Justiça.



Em Março, a Sun instaurou um processo antitrust contra a empresa de Bill Gates. O documento que serve de base à acção judicial acusa a Microsoft de utilizar o seu domínio no mercado de computadores desktop para dominar o mercado de servidores, onde a Sun detém uma forte posição. Um dos objectivos deste processo é fazer com que a Microsoft inclua no Windows o software Java Virtual Machine da Sun, que permite que um computador corra programas escritos em Java.



Esta acção resulta da decisão divulgada em Abril de 2001 da gigante de software de deixar de incluir este componente nos seus programas, optando em alternativa por uma funcionalidade de download-on-demand, da qual a Sun referiu no seu processo antitrust que violava os termos de um acordo de resolução de uma anterior disputa legal entre as duas empresas.



Os termos desse acordo cediam à Microsoft o direito de integrar o seu software Java em novos produtos até 2 de Janeiro de 2004, e em produtos já existentes até 2 de Janeiro de 2008. Desde então, a Microsoft começou a desenvolver software semelhante ao do Java, sendo um dos quais a linguagem de programação C# e software de suporte de forma a permitir que os programas criados nesta linguagem corram numa série de dispositivos informáticos.



Notícias Relacionadas:

2002-03-11 - Sun processa Microsoft por comportamento monopolista

2001-11-29 - Sun explica a sua estratégia de serviços para a Web em conferência

2001-07-18 - Microsoft retira suporte de tecnologia Java do Windows XP

2001-02-06 - Sun lança estratégia para Internet

2001-01-24 - Microsoft paga 4,3 milhões de contos à Sun

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.