A organização One Laptop Per Child (OLPC) mantém o desejo de disponibilizar às crianças dos países não desenvolvidos um tablet de muito baixo custo. Nicholas Negroponte, presidente da organização sem fins lucrativos, voltou a insistir na ideia, que já não é nova, e que parece ter estado em stand by durante os últimos meses.

O projecto começou a ser falado em finais de 2009, quando surgiram online as primeiras imagens de conceito do novo modelo, denominado XO-3.

Em Maio de 2010 eram avançados valores (75 dólares) e a confirmação da parceria com a Marvell Techonologies para a produção do dispositivo que terá um ecrã com dois modos diferentes de visualização, um destinado à utilização no exterior (semelhante ao usado nos leitores de ebooks) e iluminação própria, para utilização em ambientes escuros.

Na altura referia-se também que o XO-3 seria construído em plástico inquebrável e que a escolha do sistema operativo poderia recair numa plataforma baseada em Linux ou na proposta da Google, o Android.

Negroponte, que falava durante uma conferência organizada no MIT, referiu também que desde o início da iniciativa que promove já foram distribuídos 2,4 milhões de portáteis de baixo custo, em cerca de 40 países, que causaram um "impacto extraordinário" nas populações dos países pobres.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.