A partir da próxima quinta-feira, 1 de outubro, e até ao final do ano, quem comprar um portátil de consumo da Toshiba vai ter duas vantagens: a garantia dos equipamentos é de três anos e no primeiro ano desse período os portáteis estão protegidos por um seguro contra todos os riscos. Em caso de dano, em caso de roubo ou em caso de perda de dados a tecnológica japonesa assume a responsabilidade pelo sucedido.

Esta é uma aposta no serviço pós-venda e que ajuda a marca a distanciar-se da concorrência, como salientou ao TeK o responsável pela área de business to consumer, Nuno Carapinha.

Para usufruirem da oferta os novos detentores de um portátil Toshiba devem fazer o registo do equipamento no espaço de 14 dias e devem ler todas as condições que vão ficar disponíveis na página online da marca: por exemplo, se o portátil for roubado tem de ser entregue um documento de como a queixa foi apresentada na polícia, entre outros elementos que ajudam a evitar fraudes e burlas.

Numa altura em que a concorrência é grande no mercado, tanto ao nível de equipamentos como ao nível de posicionamento do preço, são estas questões "além compra" que por vezes podem ajudar a captar consumidores. Ainda recentemente a espanhola BQ decidiu dar cinco anos de garantia a todos os que compram o seu novo smartphone.

Nuno Carapinha, da Toshiba, diz que a questão da garantia é também uma forma de a marca celebrar os seus 30 anos e a qualidade dos produtos que tem feito chegar ao mercado.

Novos tamanhos e aposta nas cores
A partir de hoje e ao longo do mês de outubro a Toshiba vai fazer chegar às lojas a sua nova linha de portáteis e as grandes novidades acabam por ser a aposta em novos formatos - 14 e 12,5 polegadas - e em portáteis coloridos. 

"Quando vamos às lojas o que vemos é preto, cinzento.. os computadores não variam muito nas cores. Vamos dar mais cor à vida dos portugueses. Vamos ter várias cores para que os consumidores possam escolhar aquelas que mais se adequam ao 

seu estilo de vida", disse em conferência de imprensa Nuno Carapinha.

Já Cláudia Mendes, responsável pela área de portáteis da Toshiba, disse que a marca está "a tentar motrar ao utilizador que há novos formatos e que podem ser mais convenientes".

Estes são alguns dos novos modelos da marca:

Destaque para o facto de os mais recentes processadores Intel Skylake só marcarem presença na gama de portáteis de performance Satellite P. A marca nipónica também não renovou os modelos topo de gama - Kira e Qosmio -, com Cláudia Mendes a apontar mais novidades neste segmento para o início do próximo ano.

Todos os olhares vão dar ao Satellite Radius 12
Uma fila constituída por dez portáteis e todos os olhos paravam no mesmo local: no "pedestal" onde estava em mostra o Satellite Radius 12. Claramente com uma qualidade de construção superior, claramente com um ecrã de altíssima qualidade.

O tamanho de 12,5 polegadas garante uma resolução Ultra HD, a única que estará disponível em Portugal neste modelo. "Optámos por lançar um equipamento que traz tudo, para que não haja frustração nos clientes mais entusiastas da tecnologia", salientou Cláudia Mendes.

Além de garantir especificações acima da média - processador Intel Core i7 de 6ª geração e até 8GB de RAM -, é um convertível que pode ser usado em cinco posições diferentes, tem apenas 15,4 milímetros de espessura, pesa 1,32 quilogramas, vem com a mais recente norma USB do tipo C e o sistema de som pode ser usado como "colunas portáteis" por smartphones ou tablets através da ligação Bluetooth.

Este modelo só estará disponível no mercado português em meados de novembro e pelo preço de 1.599 euros.

Rui da Rocha Ferreira

 

Nota de redação: corrigida uma gralha por indicação de um leitor

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.