Está em marcha uma iniciativa para divulgação do GNU/Linux e do software livre nas escolas preparatórias e secundárias do grande Porto, levada a cabo por um grupo de utilizadores Linux do Departamento de Engenharia Informática do Instituto Superior de Engenharia do Porto, o GULDEI.



Da lista de visados fazem parte oito escolas que recebem a visita do GULDEI para em sessões com uma duração média de uma a duas horas e meia, dirigidas a professores e alunos, terem uma "abordagem básica sobre o Linux", explica este grupo. Os tópicos das apresentações passam incontornavelmente pela explicação das vantagens, instalação, compra, distribuição, interfaces gráficos e desktop do Linux.



A parte teórica é complementada com uma parte prática na qual é exibido um LiveCd mostrando as ferramentas Knoppix 3.3, Knoppix 3.4 e o Kurumin e mostrando algumas das aplicações mais comuns para o utilizador doméstico, como a email, Office e instant messaging, entre outros.



Nuno Carvalho, um dos organizadores da iniciativa, explicou ao TeK que devido às férias escolares o Linux On School Tour - que está actualmente a decorrer - deverá ser interrompido e retomado em Setembro. Nessa altura a organização gostaria de começar a pôr no terreno outras iniciativas com o mesmo objectivo. O interesse demonstrado pelas entidades de ensino será fundamental para que os projectos com as escolas possam ser postos em marcha, reconhece.



O responsável acredita, no entanto, que com "a introdução do Linux no plano curricular, haverá uma grande necessidade das escolas em ter alguém que possa ajudar nas dificuldades que poderão surgir". Recorde-se que já a partir do próximo ano a introdução do software open source nos planos curriculares será uma realidade para os alunos do 9º e 10º ano.



Manuel Silva, outro dos membros da comunidade, acrescenta que das escolas visitadas até ao momento "todas revelaram interesse num eventual regresso num momento lectivo mais activo", reacção que os organizadores consideram uma motivação para preparar outras iniciativas que, como esta, "aproximem os cursos das escolas secundárias (sobretudo os profissionais e os tecnológicos de informática) e o curso de Engenharia Informática do ISEP", considera Manuel Silva. Segundo ele existe uma linha comum entre os dois níveis de ensino que não faz sentido quebrar.



Para o início do ano lectivo o GULDEI tem em agenda a visita a nove estabelecimentos de ensino no Porto.



Notícias Relacionadas:

2004-06-30 - Bill Gates considera versão reduzida do Windows para cativar governos asiáticos

2004-04-19 - Caixa Mágica 8.1 confirmado para integrar computadores nas novas Salas TIC

2004-03-15 - Ministério da Educação inaugura primeira sala de TIC e assina protocolos com várias entidades

2004-02-05 - Semana da Internet - Ministério da Educação alinha prioridades na área das TICs

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.