A família de vírus Conficker tem vindo a propagar-se rapidamente e, pelas contas de diversas empresas de segurança, chegou a perto de 10 milhões de computadores em todo o mundo e em apenas quatro dias.

O código afecta equipamentos que utilizam o sistema operativo Windows e ataca uma vulnerabilidade no Windows RPC Server. O Conficker foi descoberto em Outubro do ano passado, altura em que a Microsoft disponibilizou um patch de segurança dedicado à sua correcção.

Contudo, nem todos os utilizadores seguiram o processo de instalação da actualização e vários computadores têm sido infectados desde então. O vírus, também conhecido como Downadup e Kido, é actualizado constantemente, está preparado para saltar sistemas de protecção antivírus e é propagável através de dispositivos USB.

Segundo as estimativas dos especialistas, o maior número de infecções aconteceram no Brasil, Rússia e China. Os Estados Unidos e a Europa são as regiões menos afectadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.