A Mobile Antivirus Researchers Association anunciou na passada segunda feira que tinha recebido o primeiro vírus que poderia passar de um PC para o PDA com Windows Mobile for Pocket PC. O troiano, designado Crossover, foi enviado anonimamente para a associação e é apenas uma prova de conceito, não estando ainda disseminado.




A Sophos, uma empresa de software anti-virus, afirmou que ainda não teve acesso ao código, pelo que duvida da existência do Crossover, escreve a PC World.com. Graham Cluley, consultor sénior de tecnologia da Sophos, mostrou-se mesmo desapontado com o facto de não ter acesso ao código, afirmando que gostava de avaliar se existe um risco real para os clientes da empresa.




Numa declaração, publicada no site da Associação, a Mobile Antivirus Researchers Association afirma que o código está disponível para as empresas associadas que o quiserem analisar. A descrição sobre o comportamento do malware é apresentada apenas com a mensagem anónima enviada à associação, transcrita também no site.



Em Setembro do ano passado a F-Secure tinha identificado um troiano que tentava disseminar-se passando de smartphones para os PCs, reportado como o primeiro malware de convergência entre os dois tipos de equipamentos. A provar-se real, o "Crossover" será porém o primeiro vírus a fazer o movimento contrário.

Notícias Relacionadas:

2005-09-01 - F-Secure identifica primeira vítima do vírus Commwarrior

2005-04-04 - Número de vírus destinado a aplicações de IM e telemóveis continua a crescer

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.