Entre o dia um de Julho e 31 de Dezembro de 2004, a Symantec registou mais de 1.403 novas vulnerabilidades e 7,360 novas variantes de vírus (Windows 32), revela um relatório da Symantec. Numa análise comparativa, com os seis meses anteriores conclui-se que surgiram mais 58 novas vulnerbalidades por semana.



A empresa de segurança diz ainda que das vulnerabilidades registadas 97 por cento foram consideradas altamente ou moderadamente graves e 70 por cento foram consideradas fáceis de explorar. Uma percentagem ainda mais elevada (80 por cento) podem ser exploradas de forma remota. Os níveis de spam, na segunda metade do ano, atingiram os 77 por cento, revelam dados fornecidos à Symantec por empresas que monitorizam este fenómeno.



Os vírus mais reportados na segunda metade de 2004 mantêm-se o Netsky, MyDoom e Beagle. A par com os vírus, regista-se um aumento significativo das ameaças a informações confidenciais. Metade dos códigos maliciosos descobertos na segunda metade do ano foram desenhados com o objectivo de roubar informação ao utilizador. É igualmente notório um aumento continuado dos ataques de phishing.
No final do ano, os filtros instalados pela empresa de segurança nos seus clientes detectavam 33 milhões de tentativas por semana, contra uma média de 9 milhões de tentativas por semana registadas em Julho.



Para este ano, a empresa prevê um cenário idêntico e alerta para o potencial crescimento dos ataques contra aplicações web, "que gozam de uma implementação alargada e podem permitir aos atacantes ultrapassar medidas
de segurança tradicionais, tais como os firewalls", explica um comunicado.
Já na última metade de 2004 quarenta e oito por cento das vulnerabilidades reportadas referiam-se a aplicações web.



É ainda de prever um aumento dos vírus dirigidos a sistema Windows, devido á sua larga implementação em ambientes empresariais. Já entre Julho e Dezembro se registou um aumento de 64 por cento no número de vírus Windows detectadas, para um total de 7,360.



É também expectável que o número de vulnerabilidades exploradas no MAC OS aumente, assim como os riscos de segurança associados ao adware e spyware, diz o mesmo comunicado.



Notícias Relacionadas:

2004-10-08 - Número de vulnerabilidades graves aumenta no primeiro semestre de 2004

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.