A Microsoft apresentou a primeira pré-visualização pública da próxima versão do Windows 8 e os ecos que chegam da imprensa especializada é de que a tecnológica norte-americana aprendeu com os erros. O botão de Início está de volta, mas pode continuar a causar polémica entre os utilizadores mais conservadores.

O Windows 8.1, update que deverá ficar disponível na parte final do ano, é composto por várias pequenas atualizações que em conjunto mudam de forma significativa o sistema operativo. A novidade mais relevante - e não a mais importante - é o regresso do botão Iniciar.

Em ambiente desktop o botão Start vai estar sempre disponível na parte inferior esquerda, sendo desnecessário navegar com o rato até à lateral direita para fazer emergir a tecla. O botão está lá, mas o conceito não. O Menu Iniciar continua sem estar disponível, situação que pode continuar a valer críticas dos mais conservadores.

Para tornar a experiência de utilização mais consistente, e continuando a ter o botão Iniciar como mote, a Microsoft diminuiu o impacto entre ambiente de desktop e ambiente touch ao permitir que os dois ecrãs partilhem a mesma imagem de fundo. Assim, quando o botão de Iniciar é carregado, os live tiles surgem no ecrã de forma mais natural em vez de parecer que o utilizador é transportado para uma "nova dimensão".

[caption]Windows 8[/caption]

O ecrã de bloqueio permite agora atender chamadas de Skype e tirar fotografias - mas não permite acesso às imagens -, novidades que aparecem sobretudo para reforçar a presença do Windows 8 em tablets de tamanhos mais pequenos.

No ambiente touch os azulejos das aplicações podem ser redimensionados e cada app descarregada não ganha automaticamente um atalho. A pesquisa de conteúdos ficou mais simples - cada resultado é um link direto para o conteúdo em diferentes formatos, seja vídeo ou texto -, e a integração com o Bing nas pesquisas é agora maior.

A tecnológica de Redmond alargou ainda o conceito de multi-tarefa e além de permitir ter mais do que duas aplicações no ecrã em simultâneo, possibilita que o utilizador defina qual o tamanho de cada uma - substituindo o Snap em proporção 80/20 como acontecia no Windows 8.

As críticas - positivas e negativas dos utilizadores - tiveram um peso considerável nas atualizações que vão ficar disponíveis a 26 de junho, quando a primeira preview do Windows 8.1 puder ser descarregada.

A parte que diz respeito ao Windows está esclarecida. Resta saber quais os planos de atualização que a Microsoft tem reservados para o Windows Phone e quem sabe para o Windows Server e outras ferramentas como Outlook e Skype.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.