Depois do anúncio esta semana da disponibilização de mais um jailbreak para o iPhone, que vem contornar os mecanismos de segurança da última versão do sistema operativo móvel da Apple, chegou a vez do Windows Phone 7 ganhar a possibilidade de instalação de aplicações não autorizadas pela Microsoft.

A mais recente proposta da gigante do software no que respeita a sistemas operativos para smartphones ganhou esta semana o seu próprio jailbreak, que vai permitir aos utilizadores do SO instalarem aplicações nos telefones sem passarem pela loja oficial da marca.

A solução, denominada Chevron WP7, foi apresentada por uma equipa de três hackers, Rafael Rivera, Long Zheng e Chris Walsh e baseia-se num conceito conhecido como sideloading, até à data acessível apenas a programadores com contas na loja de aplicações do WP7.

O método para desbloquear o SO é "simples e indolor", escreve a imprensa especializada, que diz que este depende apenas da instalação de um ficheiro executável fornecido pelos programadores. Os interessados "só precisam de um cabo USB e alguns cliques", afirmam os responsáveis pelo software, citados pelo Inquirer.

A novidade chega cerca de um mês após o lançamento do WP7, a 21 de Outubro na Europa e 8 de Novembro nos EUA. Embora não se assemelhe à rapidez com que são apresentadas soluções do género para o iPhone, pode ser encarado como reflexo de um maior interesse na plataforma por parte dos programadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.