O alerta é bem visível na página do Portal das Finanças e indica que os contribuintes que usem o Chrome ou o Microsoft Edge vão ter de usar outro browser para poderem entregar o Imposto sobre o Rendimento Singular (IRS).

[caption][/caption]

A justificação é a falta de suporte à tecnologia NPAPI, que alguns fabricantes de browsers deixaram de suportar em 2015, o que faz com que as Java Applets utilizadas nas aplicações de suporte à entrega das declarações fiscais não funcionem.

São estas Applets que suportam a edição de informação complexa no site de entrega do IRS, nomeadamente a edição e validação da informação, mas também os mecanismos de proteção de segurança.

A Autoridade Tributária explica que já introduziu um processo de deteção do tipo de browser usado pelo contribuinte, propondo o recurso a soluções alternativas, que são igualmente gratuitas. Da lista fazem parte o Internet Explorer, o Firefox, o Safari (para Mac OS X), podendo ainda os utilizadores recorrer à aplicação off-line para preencher a declaração do IRS.

O organismo que suporta os sistemas relacionados com os impostos garante que está a trabalhar em soluções que permitam a utilização generalizada do serviço nos vários browsers, mas admite que não vai a tempo de apresentar uma que funcione já no próximo período de entrega do imposto, que decorre a partir de 1 de abril, depois de vários adiamentos.

"A aplicação de recolha do IRS é uma aplicação com um elevado grau de complexidade, decorrente dos seus vários impressos, extensas regras de preenchimento e é aquela que se destina a um público mais numeroso, correspondendo à entrega de mais de 5 milhões de declarações. Atendendo a este contexto, à maturidade da nova tecnologia e à experiencia existente na AT no momento do inicio do desenvolvimento da aplicação de recolha do IRS, não foi possível promover a adoção de uma nova solução tecnológica a tempo de ser utilizada na recolha de declarações de rendimento do IRS em 2016, porque existiam sérios riscos para todo o processo de recolha e processamento das declarações", pode ler-se na comunicação.

Há ainda uma notificação de que imediatamente antes do início do período de entrega do IRS, na madrugada de dia 31 de março, o site das Finanças estará indisponível para manutenção, o que deverá demorar cerca 4 horas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.