O AnonPlus, um grupo vinculado aos Anonymous, hackou o site da Comunidade de Madrid, o Madrid.org, acedendo a parte das suas bases de dados, que disponibilizou online.

Segundo os relatos da imprensa espanhola, a página que esteve em baixo durante várias horas, depois de um deface, já está de novo acessível, mas os dados, que incluem emails, nomes de utilizadores e palavras-passe dos administradores das páginas continuam a circular na internet.

"O Anonymous hacka a Comunidade de Madrid por causa da repressão policial", tweetou o grupo.

No site, escreveram um pequeno manifesto: "Qualquer pessoa que queira defender a liberdade de informação, liberdade das pessoas e a emancipação das amarras dos media e dequeles que nos governam (...) já faz parte do AnonPlus. Todo aquele com vontade de agir será bem-vindo".

O grupo lançou ainda a hashtag #OpCatalunya, dando o mote para o início de um movimento contra os sites espanhóis a favor da independência da Catalunha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.