Foi detectado um novo vírus, aliás worm, que utiliza as mesmas técnicas de reprodução massiva do Melissa, ILOVEYOU e Anna Kournikova, mas que se esconde por detrás de uma suposta mensagem informativa sobre o agente bactereológico Anthrax. Algumas das principais empresas de software antivírus já incluiram nos seus produtos a possibilidade de eliminar o vírus, embora o considerem de baixo risco.



Escrita em castelhano, a mensagem tem como assunto "Antrax Info" e promete revelar um fotografia "forte", com imagens da doença. Em anexo é enviada a suposta imagem, que como nos vírus anteriores tem escondida a extensão .vbs. DEpois de activado, a forma de actuação é semelhante às variantes mais conhecidas do Melissa e ILOVEYOU, sendo o seu principal objectivo a disseminação através de sistemas de email MAPI.



Apesar de ser pouco perigoso, a Central Command alerta os utilizadores para terem cuidado com os emails que pretendam difundir informação sobre Anthrax. De acordo com a empresa, além de se enviar por email, este worm poderá mostrar uma caixa de alerta no dia 26 de Janeiro que contém apenas a informação "Antrax Worm By wAsEk".



A Symantec tem também uma página de informação sobre o vírus, que classifica igualmente de pouco perigoso, e descreve os procedimentos para o eliminar do sistema. Afirma ainda que foram detectadas duas outras variantes deste scrip que são igualmente eliminadas pelos mesmos meios.



Nota da Redacção: a julgar pela notícia hoje divulgada pela Agência Lusa, Anthrax é a designação correcta da doença que está a inquietar o mundo, provocada pela doença do "Carbúnculo Hemático". A agência noticiosa refere que "Antraz, substantivo masculino português, está associado a uma doença completamente diferente" e a notícia está sustentada em declarações recolhidas junto de responsáveis do Laboratório Nacional de Investigação Veterinária (LNIV), do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge e do Laboratório de Química Orgânica Analítica e de Síntese (LAQAS), do Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial (INETI).

Notícias Relacionadas:

2001-09-19 - Novo worm Nimda ataca também utilizadores domésticos

2001-05-28 - Novo worm denuncia pedofilia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.