O Natwest é um banco britânico que está prestes a lançar um novo cartão de débito. A particularidade deste cartão reside num sensor de impressões digitais, que serve para adicionar uma nova dimensão de segurança ao mesmo. O cartão vai ser introduzido no mercado em abril, através de um período de testes que vai contar com 200 utilizadores.

A ideia por detrás desta funcionalidade passa por suprimir o limite máximo nos pagamentos contactless quando o utilizador se identifica com a sua impressão digital. Desta forma, seria possível recorrer a esse método mesmo quando a despesa ultrapassa as 30 libras (no caso britânico).

O limite é imposto por segurança, uma vez que o contactless é ativado através de um toque entre o cartão e o terminal de multibanco. Na prática, qualquer pessoa pode utilizar o cartão para pagar contas até 30 libras sem precisar de saber o PIN.

O Natwest explica que os dados biométricos são armazenados no próprio cartão, pelo que não há partilha de dados com os sistemas informáticos do banco.

A autenticação biométrica é uma padrão de segurança nos pagamentos móveis efetuados via NFC. Nos cartões bancários mais tradicionais, o sistema tem sido testado desde 2015, mas nunca chegou a ser implementado com sucesso. Os especialistas acreditam que o facto de os utilizadores terem de visitar uma sucursal para reclamar o cartão afasta a tecnologia de uma adoção mais generalizada, mas o banco quer, em versões futuras, eliminar essa necessidade e transitar o processo todo para o domínio digital.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.