A notícia é avançada hoje pelo TugaLeaks, que há cerca de três dias deu conta do roubo das informações supostamente oriundas da produtora Endemol, com base num email enviado para o site português por um hacker denominado "Mafarrico" onde constam parte das informações da base de dados.



O TugaLeaks refere que a base de dados estará disponível indevidamente na Internet desde Junho, justificando a data com informações recolhidas junto de um cidadão que se inscreveu no programa. A partir de 3 de junho este concorrente terá começado a receber emails de um utilizador anónimo, com "ameaças" de exposição da sua identidade em público; precisamente, "pouco tempo depois" de ter preenchido os questionários online disponibilizados pela Endemol, para concorrer ao programa.



Como resultado desta situação, o concorrente já apresentou queixa à Comissão Nacional de Proteção de Dados contra a produtora, acusando-a de "divulgação de dados privados das candidaturas ao programa da TVI Secret Story 3". A Endemol por sua vez, anunciou entretanto que já apresentou uma queixa na PJ relativamente a este caso.



A confirmar-se o roubo das informações que faziam parte da base de dados relativa às inscrições dos concorrentes à Casa dos Segredos 3, serão cerca de 80 mil as identidades que poderão estar expostas na Internet.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.