Há atrasos significativos na atribuição de bolsas de estudo universitárias no arranque deste ano letivo, com os estudantes a relatarem que a plataforma online onde são geridos estes processos “não está operacional, nem de forma automática nem manual”

Ao Jornal de Notícias, a Federação Académica indica que nenhum processo foi ainda despachado. No ano passado, e até 7 agosto, já tinham sido aprovados 73.210 pedidos de bolsa.

Já o Governo garante que “os processos estão a decorrer como normalmente, com previsão dos primeiros pagamentos no final deste mês” de setembro, indicou o gabinete de Manuel Heitor ao mesmo jornal.

Recorda-se também que o ano letivo começou “há dois dias” para justificar a normalidade de ainda não haver qualquer resposta aos pedidos de apoio sociais. A Federação Nacional das Associações de Estudantes do Ensino Superior contrapõe, contudo, com os cerca de 73 mil processos que, no ano passado, por esta altura, já tinham sido deferidos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.