A esperada apresentação do plano de cibersegurança do governo norte-americano, que deverá acontecer amanhã, não vai incluir todos os pontos previstos, sob a alegação de que será necessário obter mais comentários do lado da indústria de tecnologia, noticiou o Washington Post.




Na semana passada havia sido anunciada a criação de um fundo de contribuição governamental e industrial que será destinado à segurança da Internet, que deveria ser detalhado ainda durante esta semana embora a versão final só estivesse pronta no final do mês de Setembro. O objectivo é proteger a infra-estrutura de informação em caso de ciberataques.




Em declarações ao Washington Post, Richard Clarke, conselheiro de cibersegurança da Casa Branca afirmou que queria assegurar-se de ter contributos de todas as partes envolvidas antes da divulgação do documento.




Depois de terminado o plano de segurança, as empresas de tecnologias vão ter 60 dias para enviar os seus comentários, devendo ser a versão definitiva apresentada pelo presidente até ao final do ano.



Notícias Relacionadas:

2002-09-09 - Governo norte-americano desenvolve plano de ciberprotecção nacional

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.