Os sistemas informáticos do Hospital Garcia de Orta foram alvo de um ataque informático durante esta madrugada. De acordo com informação avançada por fonte hospitalar, o ataque condicionou o atendimento aos utentes, levando ao cancelamento de consultas e cirurgias. O hospital já acionou o plano de contingência para mitigar as consequências do ataque.

A Renascença, assim como a RTP, avança que os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde estão no local para determinar a extensão do ataque e que a Polícia Judiciária já está a par da situação.

Em comunicado à imprensa, citado pela Lusa, o Hospital Garcia de Orta explica que o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) foi contactado e que já está a acompanhar o sucedido. O hospital assegura também que está a desenvolver todos os esforços para minimizar o impacto do ataque e resolver a situação com a maior brevidade possível.

A CNN Portugal avança que os hackers responsáveis pelo ataque informático, que se acredita ter sido ransomware, estão a exigir o pagamento de um resgate em Bitcoin para devolver o acesso aos dados dos sistemas informáticos do hospital.

Recorde-se que, no final de 2016, o Hospital Garcia de Orta foi alvo de um ciberataque que incidiu no sistema onde são guardadas imagens obtidas em exames médicos como radiografias ou TAC, mas não foram roubados registos de utentes.

Desde o início de 2022 que várias empresas e entidades portuguesas têm sido vítimas de ataques informáticos. O ataque à Impresa, dona da SIC e do Expresso, aconteceu logo nos primeiros dias do ano e provocou danos extensos nos arquivos de informação das empresas. No final de janeiro, seguiu-se o website da Assembleia da República.

Devastador, ato terrorista ou um teste para algo mais perigoso? O dia em que o ataque à Vodafone deixou Portugal em alerta
Devastador, ato terrorista ou um teste para algo mais perigoso? O dia em que o ataque à Vodafone deixou Portugal em alerta
Ver artigo

Já em fevereiro, a Vodafone também foi alvo de um ataque informático, que teve um forte impacto no funcionamento dos serviços da empresa. Nesse mesmo mês, foram também atacados o grupo Cofina, a Trust in News e os Laboratórios Germano de Sousa. No final de março, a Sonae MC foi também vítima de um ataque informático, que comprometeu o funcionamento do Continente Online e da aplicação do cartão Continente.

Nota de redação: A notícia foi atualizada com mais informação. (Última atualização: 13h38)

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.