Um estudo conduzido pela Corzen indica que a batalha pela primazia entre os principais sites americanos de emprego poderão ter um impacto negativo nas receitas geradas pelas secções de classificados dos jornais.




No estudo refere-se que a taxa de crescimento das receitas do Careerbuilder, do Monster e do HotJobs ultrapassou os seus rivais offline numa margem de três para um, durante o terceiro trimestre deste ano.




No geral, o crescimento destes três sites esteve em média 47,4 por cento acima do registado em igual período de 2003. Este aumento compara, por sua vez, com um acréscimo anual de 15,9 por cento registado entre os classificados dos jornais, segundo a Newspaper Association of America.




A guerra de preços que se instalou entre os sites de emprego parece ser o principal promotor desta disparidade, segundo os responsáveis da Corzen. O preço da colocação de anúncios online está a baixar à medida que se está interessado em competir por volume. Isso leva a que os anúncios tradicionais dos jornais pareçam ainda mais caros face ao custo dos mesmos na Internet", refere Bruce Murray, director executivo da empresa.




Falando de volume de anúncios disponibilizados, o crescimento registado online foi ainda maior, com o Careerbuilder, o Monster e o HotJobs a registarem um crescimento anual médio de 61,3 por cento na colocação de anúncios de emprego no terceiro trimestre de 2004, quando na imprensa o volume de crescimento de recrutamento para emprego foi de apenas 11,9 por cento.




A Corzen defende que está distância entre os classificados online e offline irá continuar a acentuar-se significativamente para além do final de 2005, prejudicando as vendas de jornais, no seu todo.




Notícias Relacionadas:

2002-02-16 - Yahoo! conclui processo de compra do portal HotJobs.com

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.