A Comissão Europeia lançou recentemente uma consulta aberta que decorrerá até ao dia 17 de Junho sobre os serviços online governamentais pan-europeus. Esta iniciativa visa determinar as necessidades dos cidadãos e empresas no que diz respeito ao governo electrónico e decorre no âmbito do programa Enterprise Directorate General of the European Commission.



Um dos objectivos do governo electrónico é a desburocratização da administração pública e, por conseguinte, a promoção da utilização da Internet através de sites governamentais, da disponibilização de formulários ou realização de transacções electrónicas, por exemplo. Para Comissário Uuropeu para a Sociedade de Informação e Empresas, Erkki Liikanen, tanto as empresas como para a administração pública necessitam de reorganizar os seus processos de trabalho de modo a entrar na economia digital.



Todavia, surgiram preocupações em relação ao facto de a criação de um governo electrónico poder vir a levantar alguns obstáculos no desenvolvimento do mercado interno, o que poderia acontecer nos casos em que uma empresa tivesse que fazer transacções electrónicas com uma administração pública nacional, que não fosse a sua, e se visse impossibilitado de o fazer.



Desta forma e à medida que os serviços electrónicos se vão transformando no maior meio de contacto com os respectivos governos, a Comissão pretende avaliar as recomendações das partes envolvidas de modo a definir os regulamentos do acesso transnacional aos vários eGovernments da comunidade europeia.



Notícias Relacionadas:

2001-12-01 - Portugal pouco preparado para o eGovernment

2001-11-30 - Europa discute estado de implementação de governos electrónicos

2001-07-11 - Vector 21 traça as necessidades do eGov

2001-04-20 - Administração Pública quer acompanhar tecnologias

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.