A empresa israelita de segurança Seculert identificou um malware que terá infetado dezenas de terminais PoS em pelo menos 40 países e roubado dados de cartões de pagamento de milhares de utilizadores, quando estes cartões eram introduzidos naquelas máquinas. A informação era depois analisada com programas que permitiam descodificá-la e clonar os cartões.



Os PoS são os terminais de pagamento usados em restaurantes, lojas, cafés e outros ramos de comércio e o malware em questão foi batizado pela empresa de segurança que o identificou como Dexter.



O nome será familiar para quem segue a série norte-americana que tem como protagonista um serial killer "justiceiro" escondido numa vida normal de analista de sangue da polícia de Miami. Neste caso foi escolhido devido a uma sequência de texto encontrada em componentes analisados quando os investigadores trabalhavam na noutras ameaças.



A investigação da Seculert acabou por apurar que o malware afetou os sistemas de marcas presentes em quarenta países, numa lista que integra diversos países da Europa mas onde não está, pelo menos para já, Portugal. Seguido o rasto do malware foi já descoberto um servidor de comando para onde eram descarregados os dados copiados dos cartões de pagamento.



O servidor em questão está alojado nas Seicheles e a informação lá guardada permitiu apurar a abrangência do ataque em termos de países. O número de utilizadores afetados não é preciso, mas a suspeita é de que tenham sido milhares nas últimas semanas e em mais países que os identificados já nesta primeira fase. Todas as máquinas afetadas eram suportadas em Windows, com diferentes versões.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.