As empresas de segurança detectaram a existência de dois novos worms que funcionam de forma conjugada no software de mensagens instantâneas MSN Messenger. O Bropia.E e Gaobot.CTX já têm incidentes reportados e permitem a hackers acesso não autorizado aos PCs infectados.

Segundo informação do PandaLabs, o Bropia.E envia-se pelo programa de instant messaging MSN Messenger e, ao mesmo tempo, faz o download do novo worm Gaobot.CTX, que pode ser controlado remotamente a fim de descarregar todo o tipo de malware para os computadores.

O verdadeiro risco desta dupla acção provém do Gaobot.CTX que se liga a canais de IRC e fica à espera de comandos do utilizador remoto, permitindo que um hacker possa descarregar todos os tipos de ficheiros no computador afectado, como spyware, adware ou outros vírus.

O Bropia.E propaga-se a todos os contactos do IM, enviando uma imagem de um frango bronzeado com marcas de bikini e tem já uma nova variante, ainda mais destrutiva, a F, segundo avisa a Trend Micro.

Aparentemente estes worms são fáceis de evitar, exigindo apenas que os utilizadores tenham maior cuidado ao abrir os ficheiros que são enviados por IM.

Notícias Relacionadas:
2004-10-12 - Falhas técnicas e worms afectam MSN Messenger
2004-10-01 - Worm JPEG apanhado a circular em aplicação de instant messaging

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.