A informação foi divulgada pela própria empresa, que pede aos utilizadores que levem a cabo algumas medidas para minimizar o impacto do ataque. Mas o que a Yahoo ainda não revela é a possível dimensão do problema. Sabe-se apenas que os atacantes tiveram acesso a nomes de utilizador e respetivas passwords de acesso às contas.



Para já a empresa explica, numa nota publicada esta quinta-feira, que as investigações realizadas até à data indicam que a falha que permitiu realizar o ataque está numa base de dados de uma empresa parceira, já que ainda não foi possível identificar qualquer problema nos sistemas da empresa.



Na sequência da descoberta a Yahoo explica que está a obrigar todas as contas afetadas a redefinirem a password de acesso e solicita ao resto dos utilizadores que façam o mesmo. A empresa está também a introduzir um segundo sistema de verificação de acessos, que será aplicado a todos os utilizadores e que pretende reforçar os mecanismos de segurança das contas.



No início de janeiro foi descoberto outro ataque à Yahoo que poderá ter afetado 2 milhões de utilizadores de serviços da empresa. Neste caso, o ataque foi suportado em malware que esteve durante vários dias escondido em anúncios exibidos nas páginas web dos vários serviços da empresa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.