Um estudo efectuado pelo Honeynet Project apurou que a Web está cheia de endereços maliciosos, mesmo em sites que o utilizador julga serem seguros. A análise teve em conta mais de 300 mil endereços e 150 mil servidores onde foi utilizada a técnica "honeypot" denominada Capture-HPC, desenvolvida pela Victoria University of Wellington.



De acordo com a pesquisa, cada categoria de URLs estudada pela organização, onde se incluem conteúdos para adultos, música, notícias, spam e links escritos de forma errada pelo utilizador, contêm ligações para sites maliciosos, utilizados para roubar informações.



Os links para sites de adultos e os que são inseridos em mensagens de spam são os que apresentam maior risco para a segurança do internauta já que, muitos deles, levam a páginas modificadas a partir das quais é descarregado software malicioso.



Para aumentar a segurança na navegação online, os investigadores recomendam a actualização constante do software e a tomada de atenção para plugins e outras aplicações externas ao browser, já que estas ferramentas têm sido alvo de ataques constantes.




Notícias Relacionadas:

2007-08-09 - Spam aumenta 30% em 24 horas com campanha pump-and-dump

2007-03-06 - Spam em circulação volta a atingir valores máximos em Fevereiro

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.