No âmbito de uma plataforma comum de investigação, a France Telecom, a operadora francesa de telecomunicações, a empresa de estudos de mercado Net Value e a escola de tecnologia HEC, realizaram um estudo acerca do uso que o público francês faz da Internet, em geral.


O estudo processou-se da seguinte maneira: durante um ano, mil internautas retirados do painel de consumidores da NetValue foram seguidos de forma a serem avaliados no seu comportamento e desempenho como utilizadores da rede.


Esta análise incluía o uso de serviços nos portais, a frequência dos motores de pesquisa, a utilização dos programas de mensagens, a navegação nos sites de comércio e das páginas pessoais. Os eixos da pesquisa definidos permitiram extrapolar diversas conclusões para melhor conhecimento das práticas sobre Internet.


O impacto das mensagens publicitárias e a tendência para clicar nos banners não assenta em critérios sócio-demográficos, nem mesmo a experiência dos Internautas é determinante para essa propensão, conclui ainda o estudo.


Quanto à escolha de motores de pesquisa diferentes, apenas 20 por cento das sessões de navegação na Web compreendem uma busca num motor de pesquisa. De acordo com os dados referidos, 15 por cento dos utilizadores nunca utilizam tais expedientes.


A frequência dos serviços oferecidos pelos portais diminui de acordo com a idade dos utilizadores. Pelo contrário, há uma tendência para o acréscimo de serviços de comunicações, como por exemplo o correio electrónico, embora 12 por cento dos internautas inquiridos nunca utilizem o email.


Outra das conclusões esclarece que a maioria dos utilizadores procura sites comerciais ligados ao turismo ou aos bens culturais, pelo menos uma vez, no decorrer da sua navegação. O alojamento das páginas pessoais também é distinto em cada servidor, porque condiciona o estilo, o design e outras tendências.


Os resultados obtidos, que particularizam os comportamentos actuais na rede francesa, podem facilitar a adaptação dos serviços oferecidos nos portais em função dos perfis dos utilizadores.


Este trabalho permite ainda realizar, num futuro próximo, a segmentação dos internautas em função de uma classificação das suas práticas comuns na Web, como pesquisa, navegação, mail, chat, jogos, entre outras características.


Os estudos de utilização e análise das tipologias de internautas foram realizadas pelos investigadores da France Telecom, graças aos métodos inovadores de semântica informática e estatística textual.


A NetValue forneceu o conjunto de dados decorrentes das actividades dos internautas quanto à nevegação da Internet (chat, correio electrónico, Internet Relay Chat -IRC, entre outras) e ajudou a concretizar a análise nas diversas fases com a sua experiência. A escola HEC, com a cadeira "Gestão e novas tecnologias" orientou também este trabalho no campo da publicidade.

Notícias Relacionadas:

2001-07-10 - Internet provoca mudança de hábitos na procura de informação na Europa

2000-10-30 - Internautas locais, perspectivas universais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.