A principal alteração passa pela permissão da partilha de posts e conteúdos publicados pelos jovens de forma pública, algo que até agora não era possível para os utilizadores com idades entre os 13 e os 17 anos.



As contas para menores de 18 anos continuam a ser pré-definidas como contas fechadas à rede de amigos, mas os utilizadores passam a ter a opção de alterar esse Estado e definir a conta como um perfil de acesso público.



Na verdade a definição inicial das contas passa a até a ser mais restritiva, em vez de amigos de amigos, como estava definido até agora, a pré-definição indica que as publicações feitas podem apenas ser vistas por amigos. No entanto, as opções de alteração são mais permissivas



Numa nota de imprensa, o Facebook explica que as alterações visam ir ao encontro das necessidades dos jovens neste tipo de plataformas e do interesse cada vez maior deste público em expor publicamente as suas opiniões e participar no debate das questões da actualidade.



Na nota a rede social cita estudos da pesquisa EU Kids Online, onde se revela que 26% dos menores afirmaram ter já perfis públicos em redes socais. A mesma pesquisa revela que os adolescentes entendem como gerir as suas configurações de privacidade nas redes sociais e são utilizadores de várias plataformas, frisa o Facebook, justificando a decisão de alterar as políticas de privacidade aplicadas aos jovens.



A empresa frisa, no entanto, que embora abra a partilha pública de mensagens aos mais jovens mantém um mecanismo de segurança que pretende garantir que este público está bem informado das suas opções. Assim, antes de fazerem uma partilha pública, os adolescentes irão receber uma mensagem adicional, uma espécie de lembrete relativamente ao alcance da sua mensagem.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.