Há um ano a empresa tinha assumido o compromisso de levar a cabo um conjunto de medidas críticas para promover a estabilidade na plataforma, reconhecendo a importância deste aspeto na afirmação da rede social como o local preferido das empresas para disponibilizarem e desenvolverem as suas aplicações.

Este ano a empresa reassumiu o compromisso e foi mais longe. Compromete-se a resolver os bugs mais graves num período de 48 horas e a dar resposta a 90% de todas as restantes falhas que lhe são reportadas num prazo de 30 dias.



Dados revelados por Mark Zuckerberg na abertura da F8 revelam que ao longo dos últimos cinco anos 30 milhões de aplicações foram desenvolvidas a partir das ferramentas disponibilizadas pela rede social.



No mesmo período o Facebook pagou 8 mil milhões de dólares aos programadores que desenvolveram aplicações.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.