A Google já confirmou que pretende colocar online a sua loja de livros digitais em Junho ou Julho, mesmo antes de ter resolvido todas as disputas legais com os editores que se opuseram a mais este avanço da gigante da Internet no mercado de livros.

Mais de 12 milhões de eBooks, digitalizados através do Google Editions, vão estar para já disponíveis, desafiando a Apple e a Amazon com o modelo de comercialização de eBooks que também se destina aos leitores de livros digitais destas duas empresas.

O Google Editions pretende permitir aos utilizadores lerem eBooks a partir de qualquer dispositivo, seja um computador desktop, um portátil ou um equipamento móvel, desde que tenha um browser Web. O objectivo da empresa é conseguir um modelo de distribuição mais aberto, em alternativa aos formatos fechados utilizados pela Amazon no Kindle.

O serviço decorre a par do Google Books Search, o serviço que permite localizar milhões de livros e que vai permitir aos editores definirem o preço dos seus títulos, ganhando 63% do valor da venda, enquanto a Google fica com os restantes 37%.

Actualmente a Amazon oferece através da loja do Kindle mais de 500 mil títulos em formato eBook, enquanto a Apple anunciou com o lançamento do iPad a iBookstore, com o apoio de cinco das principais editoras norte-americanas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.