O Google está a tentar alargar o serviço Print Ads ao mercado britânico. De acordo com o Sunday Times, a empresa norte-americana está em conversações com alguns jornais do Reino Unido para que os clientes do Google Print Ads possam comprar espaços de publicidade nas suas páginas.



Este serviço já está disponível há algum tempo nos Estados Unidos, onde já conta com a colaboração de 600 jornais, entre os quais o The New York Times, The New York Post e o The Washington Post.



O Google Print Ads funciona em paralelo com o AdWords, serviço que, mediante a compra de palavras-chave, permite que os anúncios dos clientes sejam exibidos nos resultados das pesquisas online sempre que o termo de busca esteja relacionado com a empresa, produto ou serviço anunciado.



Por sua vez, o Print Ads permite que as empresas seleccionem um espaço de publicidade em vários jornais, num determinado dia ou numa determinada página da publicação, através do Google. O espaço não é leiloado e os anunciantes propõem o preço que estão determinados a pagar pela publicação, cabendo aos responsáveis dos jornais a aceitação ou rejeição da proposta. Por cada anúncio publicado, o Google acaba por receber uma percentagem.



No Reino Unido, o motor de busca é responsável por 75 por cento da quota de mercado em publicidade associada a buscas e, em 2007, as receitas da Google UK em publicidade cresceram 40 por cento, para os 2,5 mil milhões de dólares.



Notícias Relacionadas:

2006-11-07 - Anúncios do AdWords colocados em jornais norte-americanos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.