Uma falha de segurança colocou em risco os dados cedidos ao canal de emprego online do jornal britânico The Guardian. Admitindo a falha, os responsáveis pela publicação informaram ter notificado por email 500 mil utilizadores de que os seus dados podiam estar na posse de cibercriminosos.

Na mensagem enviada, o The Guardian referia que a informação "poderia ter sido acedida" e que o caso estava agora nas mãos da unidade de cibercrime da New Scotland Yard.

Embora se acredite que não existam dados financeiros em causa, a informação normalmente mostrada num currículo poderá muito bem servir para situações de roubo de identidade.

A publicação britânica minimizou o impacto do ataque dizendo que o mesmo afectou "apenas uma minoria" dos 10,3 milhões de utilizadores únicos que visitam o site anualmente, e que alguns dos dados perdidos eram de dois anos atrás.

O jornal recusou-se a fornecer mais informação técnica sobre a situação até que a investigação em curso termine, garantindo que o canal de emprego está agora a funcionar de forma segura e plena.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.