Mitt Romney, candidato à presidência dos EUA pelo partido republicano, tinha-se recusado a divulgar parte das suas declarações de impostos, mas um grupo de hackers terá tido acesso aos documentos e ameaça divulgá-los se não lhe pagarem.

A informação é avançada hoje por vários meios de comunicação internacionais, incluindo a CNET, que afirma ter recebido a confirmação por parte de um porta-voz dos serviços secretos americanos de que está em curso uma investigação sobre o caso.

Segundo conta a imprensa americana, o aviso do hacker (ou hackers) terá sido feito no domingo, através de uma mensagem publicada no site Pastebin - que já nos habituámos a ver usado para divulgação de dados roubados em ataques informáticos.

A mensagem, que não foi assinada, afirma que as declarações de impostos do candidato a presidente dos EUA foram copiadas dos sistemas informáticos da PriceWaterhouse Coopers. A 25 de agosto, uma "equipa" terá conseguido entrar nos escritórios da empresa em Frankin, no Estado do Tennesse, e, no local, acedido aos sistemas informáticos, copiando os formulários de impostos para um disco.

Cópias das declarações de impostos, referentes a anos fiscais anteriores a 2010, terão sido enviadas para os líderes dos partidos Republicano e Democrata naquele condado, garantem os autores do ataque, que ameaçam divulgar os dados publicamente a 28 de setembro.

Numa segunda mensagem, os responsáveis pelo ataque exigem que o candidato transfira o equivalente a 1 milhão de dólares (cerca de 793 mil euros) uma unidade monetária virtual (Bitcoins) para uma conta, caso queira evitar a publicação da informação. Mas informam também que caso alguém queira ver os dados virem a público antes dessa data, basta depositarem o mesmo valor numa outra conta, também indicada na mensagem.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Nota da Redação: Foi corrigido um erro no artigo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.