A Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), autoridade que regula o sistema geral de endereços Internet acusou a VeriSign de não estar a cumprir os acordos de acreditação mantidos com a própria, fazendo menção a 17 violações ocorridas durante os últimos 18 meses.



Os responsáveis do ICANN alegam que a VeriSign ignorou a sua responsabilidade contratutal de manter uma base de dados dos seus clientes exacta e pesquisável. É requerido que todas as entidades de registo Internet - os chamados registars - disponibilizem para consulta pública bases de dados do tipo "Whois" (quem), que muitas vezes fornecem as únicas pistas das identidades dos responsáveis pelos sites.



Se a VeriSign não conseguir remediar estas falhas contratuais num prazo de 15 dias úteis, a contar desde quarta-feira passada, o ICANN ameaça anular a licença da empresa para vender nomes de domínio Internet.



Dos mais de 150 registrars acreditados para vender endereços terminados em ".com", ".net" e ".org", a VeriSign é o mais antigo e de maior dimensão. É também o único que até agora foi acusado de tal falta e ameaçado de perder a sua licença.



Além da queixa, o ICANN anunciou igualmente a disponibilização de um formulário online, em www.internic.net, que os internautas poderão utilizar para reportar falhas relacionadas com dados "Whois". A autoridade reguladora diz ter estabelecido igualmente um sistema que permite notificar os registrars das suas falhas nessa área.



Notícias Relacionadas:

2002-07-30 - ICANN obrigado por tribunal a permitir acesso a arquivos

2002-01-31 - VeriSign revê proposta de atribuição de endereços Web desactivados

2002-01-07 - VeriSign adquire empresa de gestão de domínio ".tv" por 45 milhões de dólares

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.