No próximo ano o ICANN - Internet Corporation for Assigned Names and Numbers deverá avançar com a aprovação de novos domínios de topogenéricos. Desde 2000, que o organismo responsável pela gestão técnica da Internet mantém limitada a aprovação de novos sufixos para regiões ou indústrias específicas.



A alteração desta politica de restrição parece agora estar para breve com a publicação de um convite para a entrega de comentários aos procedimentos de criação de novos nomes. Paul Twomey, CEO do organismo, explica que é intenção do ICANN trazer "para o sistema de nomes de domínio a diversidade da população do mundo, das geografias e dos negócios".



A intenção de fazer aprovar novos domínios de topo genéricos já mereceu algumas críticas por parte de especialistas, que vêm no movimento uma forma de aumentar fenómenos como o cybersquatting (compra antecipada de endereços que possam interessar a empresa dispostas a pagar mais por eles), sem grande utilidade.



O ICANN contrapõe dizendo que é tudo uma questão de diversidade e de aumentar as opções de escolha para o utilizador.



Actualmente existem 250 sufixos para nomes de domínio, na maioria representativos de países. Existem também vários sufixos criados para representar áreas de actividade especificas como o .mobi ou o .travel e sufixos para designar áreas temáticas ou regiões especificas como o .eu ou o .asia. No que se refere a sufixos genéricos estão operacionais o .com ou o .net.



Os últimos sufixos a serem aprovados pelo ICANN, em 2004, foram o .travel e .asia e um conjunto de outros quatro onde se incluía .xxx, que desde essa altura se manteve envolvido em polémica, até finalmente ser recusado pelo ICANN no mês passado em Portugal.



Notícias Relacionadas:

2007-03-30 - ICANN volta a rejeitar criação do domínio .xxx

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.