As autoridades alemãs assinaram um acordo com os principais ISPs do país que vai permitir o bloqueio do acesso a cerca de 1.500 sites dedicados a actividades de pornografia infantil. As autoridades entregaram uma lista aos fornecedores de serviços de acesso à Internet e estes comprometem-se a fechar o acesso às plataformas em questão.

Assinaram o acordo os principais ISPs do país, representativos de 75 por cento do mercado. Incluem-se neste leque a Vodafone ou a Deutsche Telekom.
Segundo as previsões das autoridades a medida vai evitar uma média de 450 mil acessos diários.

Autoridades e empresas de Internet garantem que quem tenta aceder a estas plataformas não será identificado pelos operadores que aceitaram medidas idênticas àquelas que também já foram implementadas em países como o Reino Unido, Nova Zelândia, Noruega, Coreia do Sul e Suécia.

Além do bloqueio de sites, as autoridades alemãs têm mostrado outros resultados da sua luta contra a pedofilia. Ainda na quinta-feira anunciaram o desmantelamento de uma rede da qual faziam parte 9 mil pedófilos de 92 países.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.