A polícia italiana anunciou a detenção de três alegados membros do grupo de activistas Anonymous, ligado a vários ataques informáticos realizados nos últimos tempos. De acordo com a informação oficial, os alegados membros do grupo foram detidos na sequência de uma operação policial que passou em revista 32 casas onde se suspeitava que fossem desenroladas acções do grupo.



Outra informação veiculada pela imprensa internacional indica que entre os três detidos, classificados como "figuras de destaque da célula do Anonymous na Itália" - embora se saiba que o grupo não tem hierarquias -, existe um menor. A operação que conduziu à detenção dos três suspeitos realizou-se com a colaboração das autoridades suíças.



Recorde-se que já no mês passado tinham sido detidos em Espanha outros três suspeitos de pertencerem ao mesmo grupo, entretanto libertados. Os suspeitos detidos em Espanha estão acusados de associação criminosa e de violação do artigo que criminaliza as acções que visem impedir o funcionamento normal de um sistema informático alheio.



No fim de Junho também no Reino Unido foi detido um suspeito de ligações aos ataques que durante mês e meio obrigaram a Sony a encerrar o serviço online da PlayStation. Neste caso as suspeitas indicam que o rapaz detido será membro do grupo Lulzsec. Dias antes, chegavam da Turquia notícias de mais detenções de alegados membros do Anonymous, enquanto o Lulzsec reivindicava mais ataques.



A polícia italiana indica que o Anonymous é suspeito de ter organizado e levado a cabo vários ataques contra sites de empresas e outras organizações, dos quais resultaram danos avultados.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.