O resultado de um estudo apresentado recentemente pelo International Telecommunication Union (ITU) das Nações Unidas respeitante ao acesso às tecnologias da informação e da comunicação em todo o mundo no ano de 2002, indica que a chamada divisão digital existe e é acentuada.



Talvez sem surpresa, os resultados mostram que as economias ocidentais e asiáticas desenvolvidas têm conseguido proporcionar acesso à Internet aos seus cidadãos, enquanto as economias agrárias no continente africano e em outras regiões isso não acontece.



O estudo respeitante a 178 economias - abarcando a maioria dos países mas também algumas cidades - indica que os países nórdicos lideram o mundo em termos de acesso à Web. A Suécia e a Dinamarca arrecadaram os dois primeiros lugares, enquanto a Noruega ocupava o segundo.



Da lista dos "dez mais" fazem parte a Islândia, a Coreia, a Holanda, Hong Kong, Finlândia, Formosa e Canadá, seguido de muito perto pelos Estados Unidos. O Reino Unido ocupa a 12ª posição no ranking. Já as nações africanas dominam as últimas 30 posições da lista.



Quando anunciou os resultados do Digital Access Index, nome do estudo, o ITU elogiou as iniciativas governamentais para promover a massificação da acessibilidade. As economias mais bem classificadas no índex beneficiaram de "políticas governamentais que as ajudaram a alcançar um elevado nível de acesso", afirma o ITU numa declaração. Isto inclui grandes projectos como o do Dubai Internet City nos Emirados Árabes Unidos - a nação árabe mais bem classificada no DAI -, o Multimédia Super Corridor na Malásia - a mais bem classificada para a Ásia - e o Cyber City nas Maurícias - que juntamente com as Seychelles, foi o país africano melhor classificado.



O estudo da ITU vem assim fornecer mais dados à discussão sobre a chamada divisão digital, ou a diferença que separa as pessoas que têm acesso às novas tecnologias da informação e aquelas que não o têm.



Noticias Relacionadas:

2002-06-18 - Kofi Annan - Divisão digital entre pobres e ricos continua a crescer

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.