O portal LexPortugal da Jurinfor vai passar a integrar na secção Notícias Diárias, um novo serviço de clipping para a área jurídica que abrange toda a imprensa escrita nacional e alguma regional e internacional denominado LexPress.



Resultado de uma parceria com a empresa de comunicação Petrus, o LexPress será actualizado uma vez ao dia, por volta das 10 horas da manhã, embora quando se justifique possa existir um segundo envio de informação, salientou Helena Marcos, directora de marketing da Jurinfor, na conferência de imprensa de apresentação do no serviço. As notícias de fim-de-semana e feriados serão integradas no conjunto do dia útil seguinte.



Entre os critérios para a selecção de notícias que serão disponibilizadas, conduzida pela Petrus, subsiste a ligação à actualidade jurídica, nomeadamente a vida judiciária e legislação, incluindo-se também acontecimentos politicos, sociais e económicos que possam estar relacionados com a área do direito.



Na sua estrutura de utilização, o LexPress permite o acesso a todos os outros conteúdos disponíveis no site, quando cada um dos artigos inclui links para a Legislação ou para outros artigos entretanto publicados



Além da disponibilização do novo serviço de revista de imprensa, o LexPortugal passou igualmente a adoptar um novo modelo de pricing. O formato de crédito será abandonado e substituído pela assinatura das bases de dados, agora disponível para diferentes períodos de tempo, por três dias, trimestral ou anualmente.



Além da disponibilização do novo serviço de revista de imprensa, o LexPortugal passou igualmente a adoptar um novo modelo de pricing. O formato de crédito será abandonado e substituído pela assinatura das bases de dados, agora disponível para diferentes períodos de tempo, por três dias, trimestral ou anualmente.



O utilizador individual poderá subscrever a base de dados LexPress por três meses ou um ano "por um valor inferior ao preço de um café por dia", salientou Helena Marcos. O custo da subscrição anual irá rondar os 180 euros para um utilizador. O serviço pode actualmente ser testado de forma gratuita, embora só compreenda o acesso a informação com data anterior ao final de Abril de 2004.



O registo de utilizadores passa também a ser diferente do existente anteriormente, sendo agora o log in efectuado com recurso a um endereço de email e uma password atribuída após a aquisição da assinatura online. Um método que segundo Nuno Mendonça, presidente do conselho de administração da Jurinfor, vai permitir à sua empresa melhor controlar o acesso ao portal, "que não permitirá a utilização simultânea de log ins", indicou.



Segundo o adiantado pelo mesmo responsável, o portal LexPortugal conta com 41 mil utilizadores registados, dos quais 30 por cento pagam pelos serviços disponibilizados, ou seja, aderiram ao modelo de crédito em vigor até agora. O número de assinantes não foi revelado.



Notícias Relacionadas:

2002-11-14 - Jurinfor com mais informação fiscal no portal LexPortugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.