O projecto chama-se Manual Escolar 2.0 e vai conduzir à publicação dos primeiros manuais escolares desenvolvidos online, com a participação da comunidade de professores. O site que vai recolher as participações dos docentes entrou hoje em funcionamento.

Os quatro manuais criados com base neste sistema serão editados no próximo ano lectivo pela Sebenta. Esta é a primeira de uma série de iniciativas previstas pelo grupo Leya na área dos novos recursos educativos e de adaptação da educação às novas tecnologias, explica o grupo.

Os primeiros livros desenvolvidos dentro do programa destinam-se às disciplinas de Matemática, Ciências e Natureza, História e Geografia de Portugal, do 5º ano, e Português, para o 7º ano.

No projecto está envolvida uma equipa de 40 pessoas, mas o sucesso vai depender "em larga medida de uma participação elevada e de qualidade por parte dos professores, que são os principais destinatários e o motivo por detrás da decisão de avançar com o projecto", refere o grupo editorial, em comunicado.

Os editores estão convencidos de que o feedback dos educadores, "que melhor conhecem a sala de aula", é fundamental quando se trata de construir manuais escolares. O site apresenta quatro áreas distintas, destinadas a cada um dos livros, onde são recolhidos os elementos fornecidos pelos docentes.

Em cada secção serão afixadas mensagens, materiais para análise, inquéritos e campos para comentar temas como os conteúdos, títulos, capas ou grafismo dos futuros manuais.

Embora o site seja aberto a todos os internautas, para participar na discussão é necessário fazer o registo, apenas disponível para professores. A página conta também com uma secção onde os professores podem partilhar entre si materiais e recursos educativos, como textos, testes e exercícios.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.