O grupo de hackers LulzSec afirma ter atacado ontem o site da CIA, fazendo com que o acesso à página por parte dos internautas sofresse perturbações, segundo relata hoje a imprensa internacional.

O ataque é reclamado pelo grupo no seu perfil do Twitter - onde escreveu "Tango down - CIA.gov" - e vários meios de comunicação dão conta de terem sido registadas, de facto, dificuldades em aceder à página da Agência Central de Informação norte-americana. Não há, no entanto, forma de confirmar, para já, se as perturbações se ficaram mesmo a dever à acção do LulzSec.

[caption]captura de imagem[/caption]

Embora o site não contenha informação classificada, atacar o portal de uma da mais importantes agências de inteligência governamentais é uma das partidas mais "descaradas" do grupo, escreve o The Register.

Ainda assim, a acção terá sido apenas um sucesso parcial, uma vez que o site apenas ficou parcialmente inacessível e por um breve período de tempo. Contactada pela Associated Press, uma porta-voz da CIA afirmou que o organismo ainda estava a "analisar os relatórios".

Esta é a segunda vez em poucos dias que se volta a falar do LulzSec. O grupo, que também reclama a autoria dos recentes ataques à Sony e Nintendo, publicou ainda no início desta semana informação alegadamente roubada do site do Senado norte-americano e da empresa de videojogos Bethesda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.