Massimo Dutti, Pull&Bear, Bershka, Stradivarius, Oysho e Uterqüe vão começar a vender as suas peças de vestuário e acessórios através da Internet dentro de alguns dias, e Portugal está entre o conjunto de 15 países que irão ajudar a estrear os novos "espaços comerciais" da Inditex.

Desta forma, a partir do próximo dia 6 de setembro, o grupo espanhol terá todas as suas lojas online, que vêm juntar-se à Zara e à Zara Home, lançadas anteriormente.

Tal como aconteceu nesses dois casos, os serviços começam por estar disponíveis num conjunto mais restrito de países para posteriormente abrangerem novas geografias.

O grupo Inditex começou por lançar a Zara Home em 2007 e só em Setembro de 2010 trouxe para a Internet a cadeia de vestuário Zara.

Não foram adiantados pormenores sobre o modo de funcionamento das ciberlojas, mas no caso da Zara os produtos da marca são disponibilizados a partir do endereço www.zara.com, que centraliza o registo de encomendas para o resto dos países europeus onde o serviço está disponível.

Os preços praticados online são os mesmos que se encontram na cadeia de espaços físicos e a empresa não cobra taxas de transporte aos clientes que prefiram levantar os seus pedidos - ou devolvê-los - nas diferentes lojas da marca.





Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.