Mariano Gago, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior gostaria de ver antecipada para o próximo ano a meta definida pelo executivo para 2010, onde se prevê que um quarto dos portugueses realizem compras através da Internet. O desafio é laçado sobretudo às empresas de tecnologias que, de acordo com o responsável, terão um papel determinante na disseminação do comércio electrónico.



Se a meta for atingida, Portugal poderá assumir a presidência da União Europeia, no próximo ano, com resultados concretos dos princípios alinhados na Estratégia de Lisboa.



Mariano Gago acredita que essa seria a montra ideal para mostrar os progressos feitos por Portugal nesta área. "Temos capacidade para pegar nessa montra e mostrar à Europa", disse o ministro durante um jantar organizado pela Associação do Comércio Electrónico em Portugal (ACEP), no âmbito da 3ª Semana do Comércio Electrónico que se realiza até ao próximo dia 14 de Maio.



Mariano Gago lembrou que as principais barreiras ao desenvolvimento do comércio electrónico estão a ser removidas, como a segurança que influenciava de forma incontornável a confiança neste canal.



"Existem mecanismos de confiança que estão a ser desenvolvidos como a certificação da qualidade, a informação exaustiva [sobre sites] e a preparação de um directório", sublinhou o ministro citado pela Lusa.



No mesmo evento Alexandre Fonseca, presidente da associação, também afirmou que "a ACEP está preparada para criar mecanismos de auto-regulação do comércio electrónico, bem como um programa para tornar o comércio electrónico acessível aos cidadãos com necessidades especiais, apostando na info-inclusão", cita um comunicado.



O mesmo responsável acrescentou que a ACEP está a preparar um directório nacional de lojas electrónicas e a trabalhar num estudo anual do sector.


Notícias Relacionadas:

2006-04-28 - Semana do comércio electrónico avança no próximo dia 4 de Maio

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.