A Microsoft voltou à carga com uma nova campanha contra a Google, onde questiona as políticas de privacidade da dona do Gmail e acusa a empresa de aceder a informação das contas para fins publicitários.



A campanha batizada pela Microsoft como Scroogled e divulgada em vários meios, contrapõe Gmail e Outlook e sublinha as alegadas diferenças que marcam as políticas de privacidade seguidas por cada uma das empresas. "Pensa que a Google respeita a sua privacidade? Pense outra vez", é a pergunta que dá o mote para a acusação.



"A Google entra em cada email recebido ou enviado no Gmail à procura de palavras-chave que lhe permitam dirigir publicidade paga aos utilizadores. E não há forma de dizer não a esta invasão da sua privacidade", diz a campanha. "O Outlook é diferente, não entra no seu email para vender anúncios", refere ainda.



Recorde-se que já no período do Natal a Microsoft levou a cabo uma campanha onde garantia que os resultados de pesquisa da Google, no que se refere às compras, são manipulados. Este é um tema onde as duas empresas tem mais divergências, com a Microsoft a assumir a autoria de uma das queixas apresentadas junto da Comissão Europeia sobre este assunto.




A Google já reagiu garantindo que os emails não são lidos e que apenas mantém um algoritmo semelhante ao utilizado para identificar as mensagens de spam. Sublinhou ainda que é a publicidade que permite oferecer gratuitamente serviços como o Gmail.




Numa entrevista ao The New York Times um responsável da Microsoft referiu que uma pesquisa revelou que 70% dos utilizadores não sabiam que os seus emails eram analisados e acrescentou que uma percentagem ainda maior, 88%, afirmou ser contra este tipo de monitorização.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.