A Microsoft juntou-se ao grupo de patrocinadores do The Open Source Census, um projecto lançado no início do ano que pretende inventariar e monitorizar a utilização de software de código aberto em empresas de todo o mundo. Entre os parceiros e apoiantes deste projecto encontram-se nomes como IDC, CollabNet, Open Solutions Alliance, Open Source Business Foundation e O'Reilly Media.




"Clientes, parceiros e programadores [da Microsoft] trabalham cada vez mais em ambientes heterogéneos" por isso a participação nestes census é relevante para o ecossistema em que a empresa opera, afirmou Sam Ramji, executivo da Microsoft, em declarações à imprensa.




Ao abrigo do projecto já foram contabilizados perto de 230 mil pacotes ou instalações open-source, embora até à data só tenham sido analisadas 1.310 máquinas, como é possível ver no site do projecto. O browser Firefox é a aplicação mais recorrente, com mais de 1.200 instalações.




Para participarem neste censo mundial as empresas podem submeter anonimamente os dados relativos à instalação de software de código aberto nos seus servidores e desktops, informação que é posteriormente publicada gratuitamente no site.




Notícias Relacionadas:

2008-04-16 - Utilização de open-source analisada em censo mundial

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.