A suite de produtividade da Microsoft vai ganhar uma nova versão este ano. O Office 2021, como já aconteceu com o antecessor Office 2019, é um pacote pensado para quem não pode, ou não quer, usar o bundle cloud Microsoft 365.

Vai ter versões para consumidores particulares e utilizadores empresariais, através da versão Long-Term Servicing Channel (LTSC) e estará disponível para Windows e para MacOS, para sistemas de 32 e 64 bits. 

A empresa adiantou, para já, poucos detalhes em relação às novidades do Office 2021, mas já se sabe que vai ter suporte para dark mode, melhorias ao nível da acessibilidade, nas ferramentas Excel e que vai incluir o OneNote.

No blog, a Microsoft explicou ainda que vai fazer alterações à política de suporte e de preço destas versões “excecionais” do Office, que continuam a ser lançadas para atender a necessidades muito específicas dos clientes, que impedem a subscrição do pacote cloud. 

O Office LTSC passa a ter cinco anos de suporte, em vez dos sete habituais na suite. O preço também se altera. Subirá cerca de 10% nesta versão profissional, nas restantes mantém-se inalterado. O lançamento de ambas as versões está previsto para a segunda metade do ano. 

A Microsoft acrescenta que vai aproximar a data de lançamento do Office LTSC da disponibilização de uma versão do Windows com o mesmo modelo de licenciamento perpétuo. Também adianta que esta versão terá uma preview já em abril.    

Nos cenários traçados pela Microsoft para a utilização destas versões incluem-se os clientes a trabalhar em indústrias muito reguladas, que não podem fazer alterações de processos ou nas aplicações que usam todos os meses, ou em ambientes sem facilidade de ligação à internet, como fábricas.  

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.