O Governo iraniano criou recentemente uma comissão para controlar os sites
ilegais de informação no país, de acordo com a AFP, citando notícia divulgada pela agência oficial IRNA.



Juntando representantes dos Ministérios da Cultura e da Informação,
tal como da televisão e rádio do Estado, Comissão deverá fornecer a lista
desses mesmos sítios online ao ministério dos Correios e
Telecomunicações, acrescentou igualmente IRNA, sem contudo mencionar mais
pormenores.



Pertencentes a vários grupos políticos, os sites de notícias têm
vindo a multiplicar-se no Irão durante os últimos tempos até ao actual
número de duas dezenas, difundindo informação sem qualquer controlo.



O ministro iraniano da Informação Ali Younessi, decretou guerra aos
sites Internet, que "difundem os rumores e a desinformação sobre todos os
responsáveis e os órgãos de poder". O responsável pediu a ajuda dos partidos
políticos para lutar contra um fenómeno que considera "perigoso para os
interesses nacionais do país".



O encerramento de jornais pela justiça iraniana, que suspendeu perto
de 90 títulos em três anos, conduziu os grupos políticos a criarem sites,
onde colocam informações largamente recolhidas das rádios internacionais,
nomeadamente a BBC ou
a Radio France Internationale
(RFI).



Notícias Relacionadas:

2001-06-25 - Irão quer filtrar utilização da Net

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.