Depois de alguma resistência, o MySpace concordou em tornar mais dura a política que previne a utilização da sua rede por predadores sexuais. A rede social assinou acordos com 49 estados norte-americanos. Os acordos vão permitir o reforço das medidas que procuram contribuir para a identificação e exclusão deste tipo de utilizadores da plataforma.



A empresa vai ainda passar a integrar um grupo de trabalho dedicado ao desenvolvimento de tecnologias de validação da idade e outras ferramentas úteis no controlo de acessos aos serviços da rede social.



As alterações introduzidas pelo MySpace vão ser monitorizadas por uma entidade externa. O objectivo é garantir um ambiente mais seguro naquela que é um dos mais populares sites sociais americanos, sobretudo junto de crianças e jovens.



Ao longo do último ano as autoridades americanas têm apertado o cerco às empresas com plataformas sociais, no sentido destas implementarem medidas que permitam travar o uso destes serviços por predadores sexuais. Esta acção responde a vários casos de assédio denunciados às autoridades e aos resultados de pesquisas que indicam a falta de veracidade, nomeadamente na idade, de milhares de perfis registados.



Notícias Relacionadas:

2008-01-11 - Caso de suicídio no Myspace divide opinião pública

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.