À procura de novas soluções para aumentar a rentabilidade, a Nokia acaba de anunciar que criou uma nova unidade de negócio ligada à localização e comércio. Esta vai integrar a Navteq, adquirida em 2008, e os serviços de localização e redes sociais da empresa finlandesa, e o objectivo é desenvolver aplicações e plataformas que tirem partido do potencial de receita de serviços de localização com publicidade associada.

A nova divisão vai ser dirigida por Michael Halbherr que tem por missão o desenvolvimento de uma nova classe de produtos e serviços integrados de localização baseada em redes sociais. A ideia é abranger os produtos para clientes finais mas também plataformas e serviços para fabricantes de hardware, developers e fornecedores de Internet, assim como comerciantes e anunciantes.

As ofertas serão disponibilizadas para as várias plataformas suportadas pelos telemóveis da Nokia, nomeadamente o Windows Phone, garante a empresa em comunicado.

A evolução para serviços de localização e anúncios baseados em informação de redes sociais é considerada uma evolução natural para a Nokia e pretende ocupar o espaço que o Foursquare tem vindo a explorar de forma bem sucedida. Segundo os analistas da Pyramid Research, a publicidade ligada à localização de produtos e serviços no mapa deverá chegar aos 6,2 mil milhões de dólares em 2015.

A Nokia comunicou também hoje ter finalizado o acordo com a Accenture para a transferência do Symbian, que envolve o desenvolvimento e suporte da plataforma móvel mas também a transição de cerca de 3 mil funcionários da Nokia para a consultora.

O acordo final segue as linhas já definidas em Abril, quando foi anunciado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.