A justiça alemã multou o serviço de partilha de ficheiros RapidShare em 24 milhões de euros. A acção, movida pela GEMA, resultou ainda na exigência de instalação de um filtro que elimine os ficheiros protegidos por direitos de autor.

Representando mais de 65 mil músicos e compositores, a associação alemã quer ver retiradas daquele serviço cinco mil faixas dos seus clientes que, segundo argumenta, são disponibilizadas online ilegalmente.

A ordem do tribunal exige a eliminação de todas as músicas dos servidores e a garantia de que não serão carregadas novamente.

"A GEMA vai continuar a fazer fazer tudo ao seu alcance para deter os adptos da pirataria online. Estamos confiantes de que, desta forma, vamos conseguir reduzir a utilização ilegal do nosso repertório online para um nível insignificante", referiu Harald Heker, CEO da associação, em declarações ao Billboard.biz.

Bobby Chang, responsável pelo RapidShare, já fez saber que vai apelar da decisão. "Como outros processos de disputas similares com a GEMA já mostraram, há uma disparidade considerável entre as decisões dos tribunais", declarou ao mesmo site.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.